Quinta-Feira,�19 deOutubro,�2017

‘Bull market’ na prata e no ouro continua

diario-economico

Publicado no Diário Económico de dia 23 de Maio 2011

‘Bull market’ na prata e no ouro continua

Por André Ribeiro

Os mercados financeiros representam uma fascinante psicologia dos investidores.
Quando o preço da prata se aproximou dos 50 dólares observámos na CNBC a falarem diariamente sobre o metal e a aparecerem uma série de chamados “especialistas” com várias explicações.
A subida recente da prata foi tão espectacular que apanhou a maioria dos investidores distraídos e depois em apenas uma semana a euforia na prata foi esmagada.
Antes de um quase ‘crash’, a prata estava a “bombar” para cima numa ascensão parabólica, acelerando verticalmente e disparando nos gráficos.
Após uma subida de 80% em 2010, este ano já disparou cerca de 90% desde o mínimo de 26 dólares por onça em finais de Janeiro para mais de 49 dólares a 25 de Abril.
Mas, como sabem os estudantes dos mercados, as subidas parabólicas não costumam acabar bem.
Alguns compraram na fase final da subida, ignorando a história da prata. No início de Maio o preço da prata colapsou em mais de um terço.
Nos últimos anos a prata teve outras três subidas parabólicas e quase ‘crashs’ na Primavera de 2004, 2006 e 2008. Aparentemente, estas parábolas parecem mais pequenas nos gráficos, mas proporcionalmente em percentagem são bastante semelhantes.
Foram “quase” ‘crashs’ porque os mergulhos pós-parábola não se encaixam na definição de ‘crash’ das bolsas em que há uma queda de 20% em dois dias de ‘trading’. Apesar das quedas brutais, o maior deslize foi de 17,6% em dois dias.
Os cépticos continuam a afirmar que os metais preciosos estão numa bolha, o que é natural, quando não se conhecem os factores fundamentais que têm levado à forte ‘performance’. Há muita confusão especialmente sobre a prata, se é um metal industrial ou se tem valor monetário. Temos também categorias de procura, procura industrial e procura de investimento a que se junta uma terceira, a procura monetária.
A vasta maioria dos comentadores e investidores continuam sem perceber as transições que estão a ocorrer e como tal têm falhado as análises e não reconhecem o potencial de subida do ouro e da prata.
Porque é que o ouro e a prata vão continuar a sua trajectória ascendente? Basicamente pelos mesmos motivos que os têm feito subir ao longo da última década e do início desta: a oferta, a procura e a expansão de liquidez por parte dos bancos centrais.
Todas as moedas fiduciárias na história falharam. Vivemos num castelo de cartas financeiro, feito de papel. A consciência mundial despertou para isto desde 2008. Neste contexto, o mercado está a assignar o papel de moeda de reserva mundial ao ouro, não ao dólar, nem ao euro. A fuga das moedas de papel para o ouro e a prata está apenas a começar. ■

Comentários (3)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.
Afinal existem pessoas que entendem o que se está a passar.. ainda bem.
5 estrelas. Continuem a comprar ouro e prata, o papel moeda está cansado de ser imprimido e em pouco tempo a sua possivél função de apoio higiénico irá superar a sua função de certificado de valor para negócios financeiros.

LOL.. O passado não mente.
Hilton Santos , 23 de Maio, 2011
Ouro e prata - Bull Market
Concordo totalmente, mais cedo ou mais tarde todo o papel moeda acaba por colapsar, estas correcções na prata ou ouro são oportunidades de se criar ou acumular algumas poupanças/investimentos nos metais que desde que a civilização existe sempre tiveram valor monetário.
Parabéns pelo site, seguramente um dos melhores sobre economia em língua portuguesa!
Sérgio , 29 de Maio, 2011
ouro e mercado no geral
há sempre uma coisa que nunca devemos esquecer nos mercados, é a massificação, esta palavra diz quase tudo sobre um determinado momento dos preços, e foi o que aconteceu com o ouro em 2011 aquando do seu pico as casas de comprar ouro estavam (e ainda estão) quase em todas as ruas de qualquer vila ou cidade, ora a historia ensina-nos que quando o sapateiro e o taxista também já está metido no negocio, esse negocio já tem pouca ou nenhuma margem de progressão, que é o que está a acontecer neste momento com os fundos de investimento enfiados até á goela no mercado, e com varias casas de investimento e analistas a aconselhar comprar acções cíclicas europeias, ora aqui mais um grande sinal de catástrofe á vista, quando as cíclicas estão a bater máximos de sempre, tendo sido o motor do mercado desde 2009 até ao momento, isto faz-me lembrar o credito hipotecário entre 2003 e 2007.
Jose Luis , 24 de Junho, 2013

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.

Newsletter BonsInvestimentos

Assine gratuitamente a newsletter mensal BonsInvestimentos.
Nome:
E-mail: