Terça-Feira,�22 deAgosto,�2017

Metais Preciosos são Bons Investimentos

Publicado no Negocios.pt a 15 de Dezembro 2008

Metais Preciosos são Bons Investimentos

 

Por André Ribeiro

 

Desde o ano 2000, o ouro e a prata subiram a um ritmo muito mais rápido que os principais indíces bolsistas. No início de 2008, a subida acelerou e os metais preciosos começaram um movimento explosivo, que apanhou a maioria dos analistas e investidores de surpresa. Este ano em Março o ouro e a prata atingiram um pico nos seus preços tendo ultrapassado respectivamente os $1000 e os $20 nos contratos de futuros.

Desde então acompanhando os mercados, os preços corrigiram e a volatilidade tem estado a aumentar. Este comportamento é frequentemente sinal de que vai haver um grande movimento nos preços. Segundo a minha análise o próximo movimento dos metais preciosos será de uma subida explosiva que verá os máximos de Julho ultrapassados.

Os eventos recentes nos mercados financeiros, são impressionantes. Tinha já antecipado publicamente esta catástrofe (artigo: A Próxima Depressão, in Expresso 21/03/2008) que mesmo assim se revela surpreendente. Se o ouro e a prata transaccionassem livremente como é suposto, a turbolência já os teria levado para preços muito mais altos que os actuais. Como afirma Don Coxe, um estratega de mercado do Harris Bank, no Canadá, várias instituições americanas continuam a manipular para baixo o preço das matérias-primas, incluindo os metais, ao mesmo tempo que apoiam as empresas financeiras. A intervenção governamental nos mercados financeiros é assustadora.

Há uma grande discrepância entre os preços dos metais preciosos nos mercados financeiros e físicos.Esta ironia pode ser verificada por quem tentar comprar metais no mercado físico, está difícil consegui-lo. Há várias histórias em diferentes partes do mundo de escassez ou esgotamento de ouro e prata em moedas e barras. Quando estão disponíveis tem de se pagar elevadas taxas e comissões face à cotação diária.

O ouro é em primeiro lugar considerado como moeda, com reduzido uso industrial. A prata é principalmente uma matéria-prima industrial, com aceitação monetária generalizada. A explicação resumida para a subida do ouro e prata é que a procura física está a dominar os respectivos vendedores que estão a ficar sem stocks para reforçar a oferta. No caso do ouro os bancos centrais que estavam a vender, entre os quais o Banco de Portugal têm agora uma margem de manobra muito reduzida.

Os Exchange Traded Funds (ETFs), o streetTRACKS Gold Shares (símbolo: GLD) ETF de ouro lançado em 2004 e o ETF de Prata do Barclays (símbolo:SLV) lançado em 2006, também estão a ajudar a procura. Estes fundos representam uma forma fácil para os investidores acederem ao investimento em metais. Para além dos ETFs, os investidores podem comprar fundos de investimento em metais preciosos ou acções mineiras, algumas das melhores estão cotadas no Canadá e Austrália. Outra forma de se expor é através dos contratos de futuros. E finalmente a compra de metal físico em barras ou moedas.

A verdadeira e a maior explosão no preços dos metais ainda não aconteceu. Uma análise recente de uma empresa do Citigroup prevê o Ouro acima dos $2000 por onça nos próximos anos. Segundo a minha análise a Prata vai ultrapassar o desempenho do Ouro e em 2009 e anos seguintes assistiremos a novos máximos de sempre. Os saldos estão a terminar e a subida vai ser espetacular.

Comentários (0)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.

Newsletter BonsInvestimentos

Assine gratuitamente a newsletter mensal BonsInvestimentos.
Nome:
E-mail: