Quinta-Feira,�23 deNovembro,�2017

Ouro

Venderam-se os anéis

Segue-se a versão alargada do artigo publicado na revista Exame em Outubro de 2005

 

Por André Ribeiro

A partir de 1971 o Ouro deixou de ser o padrão do sistema monetário internacional, estabelecido em Bretton Woods em 1944. Os bancos centrais europeus têm contribuído para a supressão do preço do ouro através de grandes empréstimos e vendas, justificando que é um activo com baixa rentabilidade financeira. Apesar da procura anual exceder a oferta, com estas intervenções o preço do metal no mercado foi suprimido ao longo de vários anos. Mas, com as reservas dos bancos centrais a ficarem progressivamente debilitadas, o seu poder sobre o preço do ouro é cada vez menor.

 


O esquema do Ouro

 

Os bancos centrais têm barras de ouro fechadas em cofres. Têm vários custos de seguros, de armazenagem e não ganham nenhum juro. Com outros instrumentos financeiros como obrigações e depósitos, recebem um juro. Por isso em meados dos anos 1990 decidiram começar a emprestar o seu ouro.

O esquema para gerar lucros, com o termo técnico “carry-trade” funcionava da seguinte forma: aproveitando o diferencial entre as taxas de empréstimo do ouro, muito baixas, normalmente por volta de 1% e as taxas de juro do mercado bastante mais elevadas, os traders pediam ouro emprestado aos bancos centrais, vendiam-no e aplicavam os resultados em instrumentos financeiros, ganhando o diferencial. O ouro era também trocado por disponibilidades em dólares, passando a ser representado por swaps. Outra maneira de capturar este prémio, era abrir posições curtas no mercado de futuros de ouro. Os bancos centrais rentabilizavam as suas reservas e em troca ajudavam a manter o preço do ouro baixo realizando vendas directas no mercado.

De um total de 32000 toneladas das reservas oficiais de ouro dos bancos centrais, a versão oficial é de que o ouro emprestado se situa entre as 4000 e 5000 toneladas, o montante real provavelmente é muito superior a este valor.

No relatório anual de 2003, o Banco de Portugal, revela que das suas reservas de 517,1 toneladas de ouro no final do ano, dois terços foram emprestadas ou estão em swaps. Apenas 172,6 toneladas permanecem nos cofres. Se as estatísticas oficiais estivessem correctas, Portugal representaria aproximadamente 10% do mercado de empréstimos, apesar de apenas possuir menos de 2% das reservas oficiais globais. Este montante é demasiado desproporcionado para ser credível.

Utilizando várias metodologias, as estimativas de reputados analistas do Gold Anti-Trust Action Committee (GATA) apontam para que quase metade do ouro tenha já saído dos cofres dos bancos centrais neste processo de empréstimos, ou seja, entre 13.000 e 15.000 toneladas. Para se ter uma ideia do impacto destes montantes no mercado, o ouro transaccionado anualmente é de cerca de 4000 toneladas.

Reino Unido deixou de ganhar 700 milhões de Libras com ouro

De acordo com estatisticas oficiais, citadas pelo jornal Times, o Banco de Inglaterra deixou os contribuintes britânicos 700 milhões de libras mais pobres, por ter vendido metade das reservas de ouro mesmo antes do preço do metal começar a subir.

Entre 1999 e 2001 o Banco de Inglaterra vendeu 395 toneladas de ouro, num momento em que se encontrava nos mínimos dos últimos 20 anos. O preço médio foi de $275 por onça, obtendo £2,3 mil milhões. Se tivesse esperado, com o ouro a cerca $430 por onça, teria conseguido mais £700 milhões.

Nasce oficialmente o Cartel do Ouro

Em meados de 1999, o anúncio das vendas planeadas de ouro do Banco de Inglaterra, foi o sinal que indicou definitivamente a vários operadores veteranos do mercado do ouro que o preço do metal estava a ser gerido oficialmente. Na altura o preço do ouro estava em queda e este anúncio foi o catalizador do trambolhão dos $290 para os $260 por onça, os seus preços mais baixos dos últimos vinte anos.

Após rondar os $260 por onça, o ouro despertou de forma dramática no final de Setembro de 1999 com o chamado Acordo dos Bancos Centrais sobre o Ouro, conhecido pelos entendidos por WAG, de “Washington Agreement on Gold”. Um grupo de 15 bancos centrais europeus entre os quais o Banco de Portugal, comprometeram-se a limitar as suas vendas anuais de ouro em 400 toneladas por ano até 2004 e restringir os empréstimos sobre o metal. O preço disparou, subindo quase $80 por onça em duas semanas. Com o preço a subir, o esquema de “carry-trade” sobre o metal deixou de ser rentável.

O objectivo suposto do WAG era trazer transparência às transacções com ouro dos bancos centrais europeus. Esperavam dar estabilidade ao mercado que estava constantemente a ser ameaçado pelo medo de vendas de ouro dos bancos centrais. Entre 1999 e 2004 foram vendidas as 2000 toneladas de ouro definidas nos termos do acordo. Dos quinze bancos subscritores, apenas seis, entre os quais o Banco de Portugal, efectuaram vendas.

Vendas_no_WAG_1

A oferta adicional do metal a entrar no mercado proveniente do WAG nos últimos anos não foi suficiente para conter o preço do ouro.  Face às pressões da procura, recomeçou a sua subida no início desta década, após uma letargia de vinte anos. Os bancos centrais que participaram neste acordo acabaram por vender o ouro por valores baixos, no início de uma nova tendência altista, muitas vezes em troca de dólares sobrevalorizados e reduzidas taxas de juro.

So_um_terco_ouro_pt_BP

 

Perspectivas de subida

Em 27 de Setembro de 2004, começou o segundo Acordo dos Bancos Centrais sobre o Ouro, que estabelece que as vendas anuais dos cinco anos seguintes não excederão as 500 toneladas e as vendas totais do período não serão superiores a 2.500 toneladas. O mercado tem estado habituado a vendas anuais médias de 400 toneladas nos últimos cinco anos.

É interessante notar que a primeira cláusula deste segundo acordo é “O Ouro vai continuar a ser um importante elemento das reservas monetárias globais.”. Esta atitude deverá prevalecer, particularmente tendo em conta a má performance do dólar americano como principal alternativa.

A grande questão não é se os signatários do novo Acordo vão vender 500 toneladas por ano, mas se se conseguirão encontrar bancos centrais interessados para perfazer essas quantidades, segundo os anúncios de intenções os totais vão ficar muito aquém. A UBS acredita que o novo acordo, apesar de estabelecer um patamar mais elevado, terá como resultado real vendas entre 2004 e 2009 inferiores às do primeiro Acordo, estimando que se podem situar próximos anos em 250 toneladas vendidas por ano. Mesmo este montante é duvidoso que se chegue a atingir.

Subscritores_do_Segundo_WAG

Em 2005 Bill Murphy, líder do Gold Antitrust Action Committee (GATA) e outros analistas projectam o teste da resistência do preço do ouro entre os $480 e os $500 por onça.

Com a diminuição na oferta e o aumento da procura que se tem vindo a verificar, especialmente para investimento, o preço do ouro apresenta perspectivas da continuação da subidas até ao final da década, ultrapassando os valores atingidos no início de 1980.

Comentários (43)

Subscrever RSS deste comentário.

Exibir/Ocultar comentários.
 1 2 3
recebi meu empréstimo desta empresa
Olá a todos, sou Sofia Alejandra, uma mãe solteira de Madri Espanha, gostaria de compartilhar esse excelente testemunho sobre como recebi meu empréstimo da empresa de empréstimo Marian hoffman quando fomos expulsos de nossa casa quando não pude pagar minhas contas mais, Depois de ter sido roubado por várias empresas on-line e negado um empréstimo pelo meu banco e outras outras cooperativas de crédito que visitei. meus filhos foram levados pelos cuidados de acolhimento, eu estava sozinho na rua. Até um dia, eu ignorei um velho colega que me apresentou à empresa de empréstimo marian hoffman. No começo, eu disse a ela que não estou pronto para correr o risco de pedir mais um empréstimo online, mas ela me assegurou que recebi meu empréstimo deles. Em um segundo pensamento, eu tomei devido à minha falta de casa, fiz uma prova e solicitei o empréstimo. Felizmente, recebi um empréstimo de 50.000,00 euros ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ). Estou feliz de assumir o risco e solicitar o empréstimo. meus filhos foram devolvidos de volta para mim e agora eu possuo uma casa e um negócio meu. Toda gratidão é para a empresa de empréstimo marian hoffman por dar um significado à minha vida quando perdi toda a esperança.
...
Olá a todos, meu nome é Miriam Ainhoa ​​Julia, cidadã do Uruguai; Tenho 45 anos de idade ... Eu sou casado, com três filhos, eu quero informá-lo sobre a bondade do senhor, fiquei atordoado em uma situação financeira, e eu precisava pagar minhas contas, tentei buscar empréstimos de várias empresas de empréstimo privadas e corporativas, mas nunca com sucesso, e a maioria dos bancos recusou meu crédito. mas, finalmente, eu quero agradecer a Deus Todo-Poderoso por me levar a um credor de empréstimo real e Legit, chamado de Sra. Marian Hoffman, CEO da marian hoffman finance, depois de ter escaneado a soma de 10 mil euros por falsos credores, eu não tinha esperança e não sabia quem para acreditar quando ela veio e colocar um grande sorriso no meu rosto Ao me creditar a soma de $ 450,000.00USD na minha maior surpresa, Então, querido, se você deve entrar em contato com qualquer empresa com referência a garantir um empréstimo com baixa taxa de juros de 2% e melhor planos de reembolso e agendamento, entre em contato com { Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar } E também se você foi vítima de Scam, você não deve se preocupar mais, porque eu trouxe boas notícias e o único credor que você pode confiar, apenas entre em contato ela agora via ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ) para obter mais informações sobre como obter seu empréstimo. Ela não sabe que estou fazendo isso. Rezo para que Deus a abençoe abundantemente por colocar um sorriso no meu rosto e na minha família.
Miriam Ainhoa ​​Julia , 18 de Setembro, 2017 | http://www.bonsinvestimentos.com/Artigos-na-Imprensa/ouro.html?cpage=20
loan
Como obtive o montante do empréstimo desejado de uma empresa de empréstimos confiável ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar )

Olá a todos, meu nome é Rosita Kugere, dos Estados Unidos da América, eu quero compartilhar rapidamente meu testemunho sobre como recebi meu empréstimo da James Peterson World Loans Company com email {( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar )} depois de eu aplicar dois tempos de vários credores de empréstimo que alegaram ser credores aqui neste fórum, pensei que seus empréstimos eram reais e eu apliquei, mas eles nunca me deram o empréstimo que eu pedi, em vez disso, eles levaram meu dinheiro arduamente ganho de mim e me colocaram mais dores e problemas até que um amigo meu me apresente à James Peterson World Loans Company, que prometeu me ajudar com um empréstimo de meu desejo e ele realmente fez o que prometeu sem qualquer tipo de atraso, tive dúvidas, mas nunca aproveito para acreditar. Nunca pensei que ainda existissem credores credores confiáveis ​​até entrar em contato com James Peterson World Loans, que realmente me ajudou com o empréstimo que eu solicitei e alterei minha vida para melhor. Eu sei que ainda existem muitos credores genuínos lá fora, na internet, que são difíceis e difíceis de multar. Então eu aconselharia você a procurar credor de empréstimo confiável para entrar em contato com James Peterson World Loans Company hoje, seu cuidado e compreensão. Não sei se você também precisa de um empréstimo urgente ou quer financiamento para seus projetos, então fique à vontade para entrar em contato com a James Peterson World Loans Company hoje. seu endereço de e-mail é ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar )
Obrigado e Deus abençoe todos vocês.
Rosita Kugere , 23 de Novembro, 2017
 1 2 3

Escreva um comentário.


busy

AVISO: A informação contida neste website foi obtida de fontes consideradas credíveis, contudo não há garantia da sua exactidão. As opiniões aqui expressas são-no a titulo exclusivamente pessoal. Devido à variação dos objectivos de investimento individuais, este conteúdo não deve ser interpretado como conselhos para as necessidades particulares do leitor. As opinões expressas aqui são parte da nossa opinião nesta data e são sujeitas a alteração sem aviso. Qualquer acção resultante da utilização da leitura deste comentário independente do mercado, é da exclusiva responsabilidade do leitor.

Newsletter BonsInvestimentos

Assine gratuitamente a newsletter mensal BonsInvestimentos.
Nome:
E-mail: